3 peças inéditas de Carlos Lacerda

3 peças inéditas de Carlos Lacerda
Autor: Carlos Lacerda

Sinopse – 3 peças inéditas de Carlos Lacerda – Carlos Lacerda

Segundo Carlos Drummond de Andrrade, bastaria Carlos Lacerda ter escrito o livro de memуrias "A casa do meu avô", para se conceder a ele "esse lugar que importa mais do que os lugares tidos convencionalmente como importantes". A consagração de Carlos Lacerda se deve, principalmente, a esse livro de memуrias. Mas sua relação com o teatro era também muito forte. Ele sonhava escrever uma peça de teatro sobre Antônio José, o Judeu. Nas suas raízes, "ele era um homem de teatro, fundamentalmente", como testemunhou Antônio Vilaça. Não escreveu a peça sonhada, mas no Fundo do Arquivo Carlos Lacerda na Biblioteca da UnB foram encontrados os originais de "O rio, A bailarina solta no mundo e Amapá ou o lobo solitário" e textos incompletos de "Zelinda" e "Tia Colodina". Esses mimos e as inúmeras traduçхes de obras teatrais confirmam a vocação revelada por Vilaça. érico Veríssimo chegou a comparar "O rio" ao "Tobacco road" de E. Cadwell, com vantagens para o escritor brasileiro, que, sobre o mesmo tema rural, soube fugir do grotesco. As peças "Uma bailarina solta no mundo" e "Amapá ou o lobo solitário" foram representadas pelo teatro amador na década de 1940, com boa acolhida da crítica. Entretanto, apesar dos estímulos recebidos na época, as peças de Carlos Lacerda permaneceram esquecidas por longo tempo, até os originais serem redescobertos no Fundo do Arquivo Carlos Lacerda, na Biblioteca da UnB. Este volume descortina para o leitor uma nova e insuspeitada dimensão da obra de Carlos Lacerda.

3 peças inéditas de Carlos Lacerda – Carlos Lacerda

Por favor, compartilhe este livroShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

A informação nesta página está disponível apenas para referência.
Você pode comprar ou baixar este livro online - amazon.com.br