Crítica e resignação

Crítica e resignação
fundamentos da sociologia de Max Weber
Autor: Gabriel Cohn

Sinopse – Crítica e resignação – fundamentos da sociologia de Max Weber – Gabriel Cohn

Weber sempre procurou fazer frente ao grande dilema a que seu pensamento o conduzia: aquele entre a crítica que se traduz na ação e a resignação contidano conhecimento neutro dos seus resultados, disponível para quaisquer fins. Talvez se possa sustentar que ele incorporava algo como o "máximo de consciкncia possível" nos quadros do pensamento liberal-burguкs da sua época, na qual ele aparecia como uma espécie de Maquiavel tardio, que enfatiza tanto mais a noção de "virtu" quanto mais a de fortuna é substituída pela de destino. Essa época ainda não está superada, na essкncia, e portanto Weber permanece atual, para quem se dispuser a assumir o desafio das consequкncias do seu estilo de pensamento. De qualquer modo, é evidente que há entre as preocupaçхes de Marx e de Weber um ponto em comum que não deve ser subestimado: a posição central atribuída na obra de ambos, aos problemas da sociedade capitalista, embora com a diferença de que num caso isso conduz a uma crítica revolucionária e no outro a uma crítica marcada pela resignação. Este trabalho – sem dúvida inédito quanto a objetivos, abordagem e nível- ocupa-se da reconstrução crítica do esquema conceitual da sociologia de Max Weber, caracterizando o que ele tem de específico e assinalando o modo adequado de incorporar e utilizar esse esquema

Crítica e resignação – fundamentos da sociologia de Max Weber – Gabriel Cohn

Por favor, compartilhe este livroShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

A informação nesta página está disponível apenas para referência.
Você pode comprar ou baixar este livro online - amazon.com.br