Identidades emergentes, genética e saúde

Identidades emergentes, genética e saúde
perspectivas antropolуgicas
Autor: Ricardo Ventura Santos, Sahra Gibbon, Jane Beltrão

Sinopse – Identidades emergentes, genética e saúde – perspectivas antropolуgicas

A ambição de melhoramento e aperfeiçoamento das condiçхes da vida humana sobre a Terra foi uma das mais notáveis características da grande transformação ideolуgica que pariu a modernidade. Já no século XVIII começavam a se constituir as bases do empreendimento científico e tecnolуgico que transformou a face do mundo, afetando todas as naçхes e populaçхes, mesmo as mais distantes dos polos originais da cultura europeia. O imaginário público costuma dar mais atenção аs notáveis invençхes que alteraram as condiçхes externas da experiкncia humana: as máquinas, animadas por forças cada vez mais sofisticadas, que nos deram a bomba atômica, nos levaram а Lua ou nos conectam а internet. As mais profundas e graves foram porém as que afetaram a vida humana por dentro, por assim dizer. A biomedicina ocidental desenvolveu-se vertiginosamente nesses cinco séculos que nos precedem, transformando a extensão, a intensidade, o sentido mesmo da experiкncia vital humana. Qualquer um de nуs sabe disso, no registro histуrico e no registro vivencial, direto, monitorados como somos, em nossa saúde e bem estar, a cada linha de nossas anamneses, prontuários, planilhas de exames, contratos securitários. Esta coletвnea desvenda as mais recentes perspectivas abertas pelos avanços da tecnociкncia biomédica contemporвnea, demonstrando como e quão profundamente afetam as identidades sociais, na articulação dessa biopolítica ou governamentalidade de que nos falou Foucault. A ordem jurídico-política se nutre dos saberes tecnocientíficos pelo menos desde o século XVIII, por meio de complexas articulaçхes propiciatуrias; mas não o tem feito da mesma maneira ou com os mesmos destinos, evidentemente. Há, em primeiro lugar, um efeito de superposição ou “avanço” inevitável a cada passo do tempo; assim como há, em segundo lugar, opçхes ideolуgicas vitoriosas ou vencidas.

Identidades emergentes, genética e saúde – perspectivas antropolуgicas

Por favor, compartilhe este livroShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

A informação nesta página está disponível apenas para referência.
Você pode comprar ou baixar este livro online - amazon.com.br