Inventário afetivo

Inventário afetivo
Autor: Silvio Pedro

Sinopse – Inventário afetivo – Silvio Pedro

Todo livro de poemas é uma espécie de inventário afetivo, mas este, de Silvio Pedro, vibra em frequкncia um tanto diversa. Quem se deixar levar pelo clima ”familiar” que escapa dos poemas de Silvio – e pior ainda se tomá-lo com o significado corriqueiro de aconchego e segurança – não entenderá o quanto esse retrato de família de Inventário afetivo é antes de tudo o lugar do incômodo e das arestas, do desmantelo e dos despojos, de escombros e ruínas.
Já senhor de suas armas líricas, Silvio invade o passado contando apenas com a ”palavra esfolada”, disposto a abrigar sua poesia ”entre a pálida voz/ e ruidosas raízes”. Cada verso vasculha uma memуria a um sу tempo intensa e fugidia, que o poeta se esforça em reter, como se virasse páginas de um álbum de fotografias que se apaga rapidamente e copiasse as imagens а sua maneira, com seus prуprios traços e com todas as limitaçхes e desvios da representação.
Em meio ao ”lento/ devorar/ dos dias”, a poesia de Silvio fala pouco, versos enxutos a desdobrar as raras palavras que retira de seu ”dicionário íntimo”. Raras, sim: Silvio maneja um vocabulário meticulosamente escolhido, repetindo diversas vezes algumas palavras que, justamente por isso, assumem um papel incisivo na atmosfera do livro, a reverberar o que mais mobiliza a atenção do poeta, a costurar com sons e sentidos sua arquitetura sutil. Palavras como ”mão”, ”silкncio” e ”noite” pontuam boa parte dos poemas, fazendo com que a leitura de cada um deles seja acompanhada pelo ruído de todos os demais.
A estreia em livro de Silvio Pedro já era aguardada por aqueles que, nos últimos anos, tкm acompanhado suas intervençхes em revistas e saraus, sempre tão tímidas quanto fortes (bem como seu empenhado e necessário mergulho na leitura dos poetas de nosso tempo). Por aí, Silvio colheu, com paciкncia e dedicação de monge, ”verdes versos/ condenados/ ao inverno de gavetas”. Inventário afetivo é o fim de um rico inverno e, quero crer, o início de outro – e nуs, seus leitores, temos muito a comemorar desde já.
Tarso de Melo

Inventário afetivo – Silvio Pedro

Por favor, compartilhe este livroShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

A informação nesta página está disponível apenas para referência.
Você pode comprar ou baixar este livro online - amazon.com.br