O observador

O observador
Autor: Leonides C. T. Quadra.

Sinopse – O observador – Leonides C. T. Quadra.

– Ola filho. Um homem de calça Jean, camiseta branca e descalço surgem bem prуximo ao seu rosto com um olhar fixo e seus olhos. Sua barba era por fazer e apesar de não ser tão alto a primeira vista parecia um mendigo, com um pulo pra traz proveniente do reflexo do susto ele tromba em seu carro e cai de joelhos nas pedras sentindo muita dor nas costas, joelho e mãos que apoiou nas pedrinhas soltas no chão. Sem se levantar olha para o homem esfrega os olhos como se não acreditasse no que via e olhou com mais clareza, não era um mendigo, aparentava ser um senhor entre 40 ou 45 anos aparentemente atraente. – Vocк não é o primeiro a se ajoelhar pra mim hoje – Disse o velho com certa seriedade que para o homem de joelhos soou mais como uma provocação. – O que esta fazendo velh… Homem? – disse ao olhar para o senhor a sua frente ainda sem conseguir ver seu rosto direito. Apesar de toda a iluminação era como se uma sombra sempre tapasse os olhos ou a boca ou o nariz de forma que mesmo apertando o olho ele não poderia reconhecer de ou em outro momento. Começou a Levantar. – Vocк ia dizer velho? Pode dizer. Se soubesse a idade que tenho nem de velho me chamaria, talvez tivesse educação e me chamasse de “senhor” já que é como deveria me chamar. – Muito bem “senhor”, – Falou com desdém – De onde veio tão rápido que não vi chegar? – Vim do céu – Diz o homem Novamente serio que novamente soa como uma provocação aos ouvidos de um bкbado. – Então o “senhor” veio do “céu”! –balança os dedos ressaltando as aspas nas palavras senhor e céu- que original velho, me conta outra. – E vim para levá-lo comigo. – aaaaaaaaaaah então é um seqьestro? Bom nisso vocк realmente foi original, eu serei o primeiro homem a ser seqьestrado por “deus”? Ah não, não mesmo provavelmente isso acontece todo dia. O que deus faz depois de seqьestrar? Pede resgate ao diabo? – Vocк também não é o primeiro a zombar de mim hoje – diz o velho – Vocкs humanos na são nada originais. Apesar de únicos são todos iguais. Pois lhe dou um ultimo aviso, vim aqui para levá-lo comigo, não vou sem vocк, caso não aceite quebrarei pela primeira vez a regra do livre arbítrio e vocк vai se arrepender de todas as palavras que disse até agora em minha presença – a sombra parecia diminuir de seu rosto e sua expressão era aterradora… Descubra o que acontece lendo “O observador”. Livro online disponível no blog: http://demoniosdacultura.blogspot.com.br/

O observador – Leonides C. T. Quadra.

Por favor, compartilhe este livroShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

A informação nesta página está disponível apenas para referência.
Você pode comprar ou baixar este livro online - amazon.com.br