SOBRE A VONTADE NA NATUREZA

SOBRE A VONTADE NA NATUREZA
Autor: Arthur Schopenhauer

Sinopse – SOBRE A VONTADE NA NATUREZA – Arthur Schopenhauer

“Estou convencido de que Schopenhauer é o homem mais genial de todos. (…) Ao lк-lo não posso compreender como o seu nome pôde permanecer desconhecido. A única explicação possível é a que ele mesmo repete tantas vezes, que há quase sу idiotas no mundo.” Tolstуi
Em sua obra magna, O mundo como vontade e representação (1818), o filуsofo alemão Arthur Schopenhauer (1788-1860) expôs a ideia de que o mundo que vemos e percebemos é apenas a manifestação, o “lado exterior” de uma essкncia única, a vontade. Em Sobre a vontade na natureza (1836), texto que o prуprio autor considerava o “complemento essencial” а sua metafísica, ele percorre o vasto campo das ciкncias da natureza para mostrar como a sua filosofia pode dar um sentido аs mais diversas descobertas científicas de seu tempo.
Da fisiologia а física, da anatomia а linguística, acompanhamos o filуsofo por todos os domínios da natureza em uma viagem que termina por nos levar também a destinos exуticos como o magnetismo animal, a magia e a religião chinesa. Ao longo do percurso, Schopenhauer discute, com seu estilo astuto e mordaz, várias descobertas científicas e suas interpretaçхes, buscando dar-lhes sentido e unidade а luz de sua filosofia. A tradução do texto, até hoje inédito em portuguкs, segue a edição ampliada de 1854.

SOBRE A VONTADE NA NATUREZA – Arthur Schopenhauer

Por favor, compartilhe este livroShare on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin

A informação nesta página está disponível apenas para referência.
Você pode comprar ou baixar este livro online - amazon.com.br